23 de out de 2012

Galinhos, a descoberta!

A região de Galinhos, no município do mesmo nome, a 160 km de Natal, tem chamado a atenção dos turistas que procuram cenários diferentes e longe da agitação. Com cerca de dois mil moradores, a vila de Galinhos está situada numa pequena península e o acesso só pode ser feito de barco ou de bugre, ou veículo 4x4, através das dunas, na maré baixa.
Dunas, salinas e manguezais formam as paisagens que encantam os turistas que começam a descobrir esta vila de pescadores, que sem veículos, tem as charretes como táxi. Galinhos tem poucas pousadas e restaurantes, mas é um paraíso para quem procura a simplicidade.
Atualmente, Galinhos vem despontando como um novo destino turístico devido as suas praias desertas e a paisagem preservada da região.
Sua principal atração é Praia do Farol juntamente com o Farol de Galinhos.
Bem, vamos às imagens do que vimos e fizemos em Galinhos durante três maravilhosos e inesquecíveis dias.
Nossa chegada à pousada, no taxi local:


E nossa pousadinha, à beira mar, estilo Havai:





De onde colhemos este belo por do sol:



E a praia em frente:



E a do Farol, a mais bela da região:






E o encantador por do sol no farol, uma atração imperdível:



Digno de registro, o passeio que fizemos, de barco, por toda a península, vendo salinas gigantescas, mecanizada:



Manguezais bem cuidados, repletos de vida:





Belas e grandiosas dunas:



E um mar sem qualquer poluição e cheio de vida:



Assim é Galinhos.

Até uma próxima viagem!

22 de out de 2012

Jericoacoara, um sonho!

Jericoacoara, para os íntimos, Jeri, desde 2002 um Parque Nacional, é um local único, onde natureza, conforto e diversão caminham juntos.
Suas ruas são de areia, e o acesso à vila, nos últimos 20 quilômetros, só é viável em veículo 4X4.
A vila conta com excelentes restaurantes, pousadas, hotéis e inúmeras lojas de grife, por onde só transitam veículos autorizados, preservando o balneário - e seus inúmeros visitantes - dos transtornos da fumaça e dos engarrafamentos.
Para preservar a claridade proveniente da lua, das estrelas e de suas lojas, pousadas e restaurantes, a vila não conta com iluminação pública, razão pela qual sua rede elétrica é toda subterrânea.
Sua culinária se mostra em mais de 40 excelentes restaurantes, com uma gastronomia internacional, contemplando a cozinha italiana, a francesa, a nacional e a regional, sempre com muita competência e estilo.
O esporte é destaque em Jeri, notadamente o windsurf, o kitesurf e o standboard, com várias escolas iniciando os turísticas nestes empolgantes atividades.
Agora, vamos ao que interessa, vamos às imagens colhidas neste sítio especial.
Nossa pousadinha, um charme!

A duna mais próxima da vila é ritualisticamente ocupada pelos turistas para assistir ao pôr-do-sol, devido a sua grande altura e posição privilegiada frente ao mar.

Além de sua exuberante praia, duas magníficas lagoas, entre as dunas, nos dão a sensação de que estamos no Caribe.
A Lagoa Azul, mais protegida dos ventos fortes que habitam a bela região:



E o Paraíso, um sitio caribenho, com certeza:




A exemplo de Búzios, Jeri descansa à tarde, para à noite oferecer aos seus frenqüentadores e visitantes, momentos especias, tanto na área da gastronomia, como na de entretenimento, até alta madrugada.
De sua noite, colhemos estes flagrantes:












Jeri é isso tudo e muito mais: é sol, é luz, é brilho, é um destino de sonhos!
Nosso próximo encontro será em Galinhos, outro paraíso no litoral nordestino.